Precisar com precisão o custo de projetos futuros é vital para a sobrevivência de qualquer empresa ou organização que esteja pensando em construções futuras. Os estimadores de custo desenvolvem as informações de custo que os proprietários ou gerentes de empresas, os membros da equipe de projeto profissional e os empreiteiros de construção precisam fazer determinações orçamentárias e de viabilidade. Da perspectiva do Proprietário, o cálculo de custos pode ser usado para determinar o escopo do projeto ou se o projeto deve prosseguir. A estimativa de custo do empreiteiro determinará a proposta de construção ou se a empresa fará uma proposta no contrato de construção.

 

Havia cerca de 198.000 estimadores de custos em 1994, de acordo com o Departamento do Trabalho dos EUA, Bureau of Labor Statistics,

2006-2007 Occupational Outlook Handbook, Cost Estimators, dos quais 58% trabalham na indústria da construção, 17% estão empregados nas indústrias manufatureiras e os demais 25% em outros lugares. A maioria dos estimadores de construção tem uma considerável experiência adquirida ao trabalhar na indústria da construção civil. Este guia será limitado à estimativa de custos na indústria da construção civil.

 

Os estimadores de custo de construção podem ser contratualmente contratados de muitas maneiras diferentes. Eles podem ser empregados pelo representante do proprietário / gerente de projeto, empregados pelo gerente de construção, empregados como membros de uma equipe de design profissional ou contratados separadamente pelo proprietário. Eles estimam os custos de construção em todas as etapas do projeto e na construção do projeto. Em grandes projetos, é comum os estimadores se especializarem em disciplinas paralelas à especialização em disciplina de design.

 

É muito importante ter o estimador de custos envolvido desde o início do projeto para garantir que o orçamento do projeto reflita as decisões tomadas pelo restante da equipe do projeto durante todo o processo de projeto integrado.

 

DESCRIÇÃO

  1. O COMPORTAMENTO PROFISSIONAL ESPERADO DO ESTIMADOR DE CUSTOS

Ética: A prática de estimativa de construção é uma disciplina altamente técnica e profissional. Também envolve o cumprimento de certos padrões de conduta ética e julgamento moral que vão além dos aspectos técnicos da disciplina. Os estimadores costumam ser os mais familiarizados com o projeto completo. Eles devem exercer um bom senso moral e profissional em todos os momentos ao preparar a estimativa do projeto. Às vezes, os estimadores recebem pressão de outros membros da equipe de construção para tomar decisões oportunas de curto prazo que podem resultar em uma oferta incorreta. A resistência a esse tipo de pressão faz parte do trabalho do estimador. Exemplos de comportamento expedito sujam a história da estimativa de construção imprecisa. Estimativas deficientes também podem causar conflitos e litígios entre os membros da equipe de construção. A Sociedade Americana de Estimadores Profissionais (ASPE) declarou os seguintes preceitos éticos, morais e técnicos como básicos para a prática de estimar. Veja o Código de Ética da ASPE.

Integridade: Espera-se que os estimadores usem padrões de confidencialidade de maneira pelo menos igual à de outras sociedades profissionais. O estimador deve manter em sigilo as informações recebidas de fontes externas. A prática, comumente chamada de “troca de propostas”, é uma violação da ética e é condenada pela ASPE e por outras sociedades e organizações de construção.

Julgamento: Julgamento é uma habilidade obtida por estimadores através de treinamento adequado e extensa experiência. Os estimadores devem sempre usar o bom senso e bom senso ao preparar as estimativas. O uso adequado do julgamento pode significar a diferença entre lucro e prejuízo para a empresa ou cliente.

 

Atitude: Os estimadores devem abordar cada estimativa com uma atitude profissional e examinar detalhadamente todas as áreas do trabalho. Eles separarão horários específicos a cada dia para entrada de quantidades estimadas e dados sem interrupção. A concentração mental total é um requisito básico para preparar estimativas precisas de custos.

Exaustividade: Um avaliador permitirá tempo suficiente para pesquisar e se familiarizar com o plano de fundo e os detalhes do projeto e, então, preencher prontamente a pesquisa quantitativa. Eles analisarão os vários aspectos do projeto com as outras disciplinas envolvidas. O avaliador com o conhecimento mais profundo de um projeto serve melhor ao proprietário e à equipe do projeto e tem a melhor vantagem competitiva ao preparar um lance.

2. TRATAMENTOS DE PRÁTICA DO ESTIMADOR DE CUSTOS COMUNS

Conscientização: O estimador deve primeiramente considerar o escopo do projeto e o nível de esforço e recursos necessários para concluir a tarefa adiante; capacidade financeira da organização, pessoal e capacidade da planta (se estiver trabalhando como um estimador para uma empresa de construção civil) para concluir o projeto.

Considere o tempo previsto para a construção do projeto em coordenação com as necessidades do cronograma do proprietário.

Examine as condições gerais e especiais do contrato e determine o efeito que esses requisitos têm sobre os custos indiretos.

Considere métodos alternativos de construção para os projetos.

Revise todas as seções dos desenhos e especificações de divisão para determinar uma perspectiva precisa do escopo total do projeto, do nível de coordenação da disciplina de design, da adequação dos detalhes e da capacidade de construção do projeto.

Torne os outros membros da equipe do projeto conscientes de quaisquer problemas com os documentos do projeto.

Comunique e coordene as informações para outros membros da equipe do projeto de maneira oportuna.

Uniformidade: O estimador deve desenvolver um bom sistema de estimativa de formulários e procedimentos que atendam exatamente aos requisitos do projeto, e que seja compreendido e acessível por todos os membros da equipe. Este sistema deve fornecer a capacidade de definir quantidades de material, horas de trabalho e horas de equipamento necessárias para o projeto. Os custos unitários de material, mão-de-obra e equipamento são então aplicados às quantidades conforme desenvolvidas no levantamento de quantidade. Aplique montantes para despesas gerais e lucros, escalonamento e contingência nos resumos finais.

Veja também – Como calcular o custo de uma obra

Consistência: Use métodos para pesquisas quantitativas que estejam em ordem lógica e consistentes com os sistemas de classificação padrão da indústria, como os sistemas Uniformat ™ ou CSI MasterFormat ™. Esses métodos também devem atender à necessidade específica da empresa ou cliente. O uso de métodos consistentes permite que vários estimadores completem várias partes do levantamento de quantidade, ou seja continuado posteriormente por outro estimador. A consistência também ajuda na identificação de aumentos e diminuições de custos em determinadas áreas, à medida que o projeto avança pelos estágios de projeto. Combine essas pesquisas nos resumos finais da conta.

Leia também – Calcular custo de obra online

 

 


Deixe uma resposta