Comida natural para cachorro 

Dietas naturais para cachorros – os grandes benefícios para o seu animal!

As dietas totalmente naturais também são chamadas de DIETAS RAW ou DIETS BARF.

O tema comum dessas dietas é que elas utilizam ingredientes crus de “grau humano” (os alimentos são bons o suficiente para serem consumidos por qualquer pessoa).

Embora os conteúdos reais variem em alguns casos, dependendo das necessidades de saúde de um cão em particular, a qualidade dos produtos alimentares não muda. Cozinhar para cães envolve ingredientes simples, nutritivos e preparação mínima

Os especialistas mais confiáveis em alimentação para animais concordam que o sistema digestivo de um cão saudável está bem equipado para lidar com quantidades normais de bactérias, que podem estar presentes na carne crua!

A maioria dos “pets” alimentados com rações processadas tem dentes sujos, repletos de placa, e gengivas doloridas. As bactérias na placa produzem gases fétidos – é daí que vem o mau hálito. O mau hálito já é ruim por si só, mas é o impacto das gengivas e dos dentes acometidos, a doença periodontal, no restante do organismo que é o principal motivo de preocupação. Pesquisas mostram que animais com doença periodontal são mais propensos a sofrer de doenças hepáticas, renais e problemas do sistema imunológico. Animais acometidos assim podem estar sofrendo queda vertiginosa de saúde. Puxar e rasgar carne crua presa a ossos exige tempo e esforço e, portanto, confere outros benefícios. Músculos das mandíbulas, pescoço e peito se exercitam, sucos digestivos fluem e os sistemas neurológico e imunológico são estimulados.

 

A ingestão constante de grãos das rações comerciais, que não são quimicamente e nem fisicamente adequadas fazem muito mal.

Os grãos dos alimentos processados são mal digeridos e resultam em fezes moles e volumosas que sujam parques e jardins pelo mundo afora.

Informações interessantes:

comida natural para cachorros

comida natural para cachorros

Cães alimentados com carcaças cruas ou com uma dieta baseada em ossos carnudos crus produzem uma fração menor desses excrementos. Os odores são mínimos e as fezes, no sol, ficam brancas como giz.

Não é aconselhável misturar o alimento cru de seu cachorrinho com ração. Porque a ração requer um pH diferente no intestino para digeri-la, essa variação de pH tornará seu cachorro mais suscetível às bactérias presentes nas carnes cruas. Ele é capaz de lidar com esta bactéria bem, mas uma vez que você adiciona alimentos processados, a carne permanecerá no trato digestivo pelo dobro do tempo normal, o que significa que existe uma chance muito maior de formação de bactérias nocivas.

Conclusão:

Em praticamente todas as situações em que a humanidade alterou as práticas de alimentação natural dos animais domesticados, seja por razões de crescimento e produção aumentados, melhor condição ou velocidade, conveniência, lucro, vimos a deterioração da saúde e o surgimento de novas doenças nesses animais.

A natureza tem trabalhado por milhões de anos desenvolvendo traços genéticos e estruturando cada organismo para melhor sobreviver e prosperar no meio ambiente e os fundamentos básicos são como comer, como sobreviver e como se reproduzir. Os cães não são uma exceção. Eles evoluíram por mais de 39,99 milhões de anos comendo alimentos crus (presas) e restos (carcaças).

 

Quer saber mais sobre a comida natural para cachorros? Então venha ler esse artigo completo aqui: comida natural para cachorro

Leia mais sobre os melhores cursos online indicados! Cursos Online


Deixe uma resposta