Relacionamentos românticos, em toda a sua complexidade, são um componente fundamental de nossas vidas.

E como o poeta Rainer Maria Rilke ponderou: “Quase não há nada mais difícil do que amar um ao outro.”

O que faz um bom relacionamento? Holly Parker, psicóloga clínica e instrutora do curso The Psychology of Close Relations, oferece conselhos sobre como ter relacionamentos amorosos saudáveis ​​e amorosos.

Sucesso no mercado, leia: Livro elas podem e devem

  1. VEJA O MELHOR EM SEU PARCEIRO E A RELAÇÃO

Pesquisas sobre percepção e atenção mostram que vemos mais do que procuramos, por isso, se você procura sinais de bondade, é mais provável que se destaque por você. O modo como você pensa e interpreta as ações, intenções e palavras de seu parceiro também afeta o modo como você se sente e compreende uma situação com ele, o que, por sua vez, afeta a forma como você se comporta em relação a ele.

 

Coloque em prática: passe uma semana procurando por qualquer coisa e tudo que seu parceiro fizer “certo”. Você pode até mesmo anotar qualquer coisa que você perceba para cada dia, se quiser.

interessante – Como fazer uma mulher gozar

  1. DIVIRTA-SE

Casais que se envolvem em atividades emocionantes e agradáveis ​​juntos têm maior satisfação de relacionamento de antes para depois da atividade compartilhada. Como vários estudos mostraram, casais que brincam juntos ficam juntos.

 

Coloque em prática: escolha uma atividade com o seu parceiro que você nunca tenha feito antes, que seria atraente e divertida, como aulas de dança, passar a noite em uma nova cidade e explorá-la, ou praticar pára-quedismo interno. Você também pode tentar algo com seu parceiro que ele ou ela gosta que você nunca fez antes.

 

O que mais está relacionado ao amor apaixonado de longo prazo? Intimidade sexual, afeição compartilhada e felicidade na vida.

Artigo interessante para todos – Como fazer um homem se apaixonar por vc

  1. TENHA BEM SEXO

Pesquisas crescentes apontam para uma ótima vida sexual como previsão de melhor satisfação no relacionamento – mas não o contrário. Um desses estudos, publicado no Journal of Family Psychology, examinou dados de centenas de casais para determinar as relações entre satisfação sexual, qualidade conjugal e instabilidade conjugal na meia-idade.

 

  1. SEJA GRATO PARA O SEU PARCEIRO

Estudos sobre apreciação nos relacionamentos amorosos mostram que expressar gratidão ao parceiro prevê um aumento na satisfação do relacionamento. A gratidão que você sente por dentro também prevê o nível de satisfação de seu parceiro. Sentir-se apreciado por seu parceiro parece aumentar o quanto você o aprecia em troca – o que afeta positivamente o quanto você se sente comprometido com o relacionamento e deseja fazer as coisas para atender às necessidades de seu parceiro.

Artigo relacionado – Como ser boa de cama

Coloque em prática: gaste tempo dizendo “obrigado” e deixando seu parceiro saber o quanto você realmente valoriza ele ou ela. Além disso, lembre-se de aumentar a gratidão que você realmente sente em relação ao seu parceiro, porque isso também faz uma grande diferença. Reflita sobre por que você aprecia ter seu parceiro em sua vida ou o que você mais sentiria falta se ele ou ela não estivesse em sua vida.

 

  1. TENHA UMA BOA RELAÇÃO COM SI MESMO

O relacionamento que você tem com você mesmo é indiscutivelmente o alicerce sobre o qual seus outros relacionamentos são construídos, e os estudos estão apoiando essa noção. A alta autoestima prediz melhor satisfação no relacionamento, e a alta autoestima de ambos os parceiros é um preditor ainda melhor de forte satisfação no relacionamento. Além disso, pessoas com alta auto-estima parecem responder de forma mais construtiva e positiva durante o conflito quando pensam que o parceiro está comprometido com o relacionamento, enquanto pessoas com baixa autoestima não fazem isso mesmo quando acreditam que o parceiro está comprometido.

 

Coloque isso em prática: como a maioria das coisas, aumentar a qualidade do relacionamento pode levar tempo. Comece de um lugar em que você possa acreditar. Tudo bem se agora você tiver dificuldade em acreditar que você é uma pessoa que vale a pena. Você não precisa se convencer disso se não acreditar. Comece identificando pelo menos uma coisa que você gosta em você mesmo ou em algo que você faz bem. Então, procure outras coisas a partir desse ponto de partida. Lembre-se, mais do que você procura tende a aparecer, então procure não apenas o que seu parceiro faz certo, mas o que você faz certo.

Leia também – Dicas de bom relacionamento